Neurociência na Escola

Preencha seus dados abaixo.

Entraremos em contato em breve!

A Neurociência é uma área de conhecimento que vem ganhando cada vez mais espaço na Educação. Mas ao contrário de algumas abordagens, essa ciência não propõe metodologias para a sala de aula, tampouco pretende biologizar os processos de aprendizagem. As descobertas da Neurociência podem contribuir para a Educação nos fazendo (re)pensar as nossas práticas uma vez que entendemos como o cérebro aprende.

E esse é o nosso convite para você!

Tire suas dúvidas por Whatsapp

PÚBLICO-ALVO

Profissionais das áreas de educação (professores, diretores, coordenadores, orientadores educacionais), do terceiro setor ou de áreas correlacionadas e profissionais em geral com interesse no tema.

DIFERENCIAIS

A ponte entre a Neurociência e a Educação está sendo construída e esse curso oferece ao aluno e a aluna as condições de entendimento dos principais diálogos entre essas áreas, além de fomentar a pesquisa e a discussão do (re) pensar de práticas pelo olhar da Neurociência.


Parte do grupo de professoras e professores, incluindo a coordenadora do curso, além de terem a sua trajetória acadêmica e pesquisa em Neurociência, também atuam na educação básica como docentes e gestores em todos os segmentos de ensino de escolas públicas e privadas.


A produção criativo-científica dos alunos e alunas também é um diferencial. Para conferir alguns desses trabalhos acesse aqui.

COORDENAÇÃO

Adriessa Santos

Mestre em Ciências pela USP, especialista em Neurociência e Educação, MBA em Gestão Escolar pela USP, Educadora Sistêmica, especialista em Educação pela PUC, Bióloga pela UMC e graduanda em Pedagogia pelo Mackenzie. É coordenadora da pós-graduação de Neurociência na Escola do Instituto Singularidades, tem experiência na gestão escolar, atua como professora na educação básica privada, é docente de Neurociência e Educação e faz formações e ministra palestras e cursos com essa temática. A sua formação inicial é Biologia, mas ela confessa que quando escolheu essa área, não gostaria de ser professora. No entanto, durante faculdade, foi apresentada a docência e desde então, não parou mais. Hoje, percebe que se tivesse de escolher novamente, os seus percursos de estudos e profissão, escolheria os mesmos. Ela acredita na Educação e é aqui que entra a Neurociência. Mais do que estudar há anos essa temática na pesquisa, como professora, o olhar para a sua prática docente é outra desde que estuda as contribuições da Neurociência para a Educação e é por isso, que organizou e coordena esse curso. A Neurociência está tão presente na sua vida, que ela tem uma gata chamada Glia.

® Instituto Singularidades | Todos os direitos reservados.